Quanto custa fazer um site ?

Quanto custa fazer um site ?

Quanto custa fazer um site, ou qual o valor que vai ter de “desembolsar” para pagar a um webmaster/webdesigner que o faça para si? A resposta a essa pergunta, é outra pergunta: “que tipo de site quer fazer”? Quer apenas uma simples página na internet – tipo uma “montra virtual” – onde possa vender os seus produtos, mas onde a venda seja feita na loja, ou uma página na internet onde possa fazer as vendas via site?

xiste um número de factores que influenciam o preço final do site, como o seu design, a quantidade de páginas e a produção de todo o seu conteúdo. Tudo somado, dá um número de horas maior ou menor, e é basicamente a quantidade de horas despendidas em torno do projecto que define o preço final do projecto.

Antes de pedir orçamento, deve certificar-se que dispõe de todo o conteúdo (textos, imagens, videos, mapas, etc) para colocar no site. Se não tiver, deve informar o webmaster/webdesigner que é necessário a criação do mesmo, para além do template, pois nesse caso, é necessário um “web master” para além do “web designer”. Nem todos os webmasters são webdesigners e nem todos os designers são webmasters, ou “experts da internet”.

Webdesign + Webmaster

São trabalhos distintos, e nem sempre estão associados à mesma pessoa, ou ao mesmo preço.

Resumindo, por vezes, quem cria o site, não coloca/publica todos os textos e todas as imagens, nem optimiza o mesmo para os motores de busca. Por outro lado, pode fazer esse trabalho, mas apenas para meia dúzia de páginas, deixando todas as outras a cargo do cliente. Se for um site com mais de 50 páginas, o mais certo é cobrarem-lhe novamente o mesmo valor que pagou pelo webdesign, ou seja, “o preço do projecto x 2″.

Quanto custa mandar fazer um site?

83.40$+10$=93.40$/Ano (70€/Ano)

Manda fazer um site, normalmente, tem dois custos associados, o da hospedagem e do dominio + o preço do trabalho de criação de sites. A hospedagem + dominio, têm um custo anual de 93.40$ (70 euros). São 83.40$ (65 euros) pela hospedagem e 10$ (7 euros e meio) pelo dominio. Este custo (70 euros), vai ser um custo que vai ter de suportar para sempre – ou enquanto quiser ter o site online, e todos os anos vai ter de pagar a mesma quantia, independentemente do que possa pagar pela criação do site (ao webdesigner/webmaster), pois é a empresa de hospedagem/dominio que vai cobrar.

250€ – 500€ – 1.000€ – 1.500€ – 5.000€

Para além da hospedagem e do dominio, tem mais um custo que é o valor que vai pagar pelo serviço de webdesign + webmaster, ou seja, o preço da criação do layout do site, ou da costumização de um theme ja criado + a publicação do seu conteudo (textos, imagens, videos, mapas, etc). Esses serviços podem ser cobrados à parte – ou em conjunto – e podem começar nos 250 euros e/ou passar os 1.000 euros.

No meu caso, e para todos os clientes que me pedem orçamento, o preço começa nos 250€, mas não tem um preço limite máximo, pois tudo depende do tipo de projecto a fazer …

O que influencia o preço de um site?

Existem vários fatores que vão influenciar o preço final dum site, tais como:

Tipo de SiteDesignNúmero de PáginasGestão
Tipo de Site

Deve decidir de antemão que tipo de site deseja fazer.

Quer criar um portal informativo? uma loja online? um forum/blog ou outro tipo de site? A escolha tem uma grande influencia no preço final e nunca o mesmo pode ser dado sem o cliente informar de antemão, que tipo de site quer.

Decida se quer um site simples, sem grande publicidade, sem muitas visitas, ou se por outro lado, pretende investir num projecto focado na divulgação e na promoção da sua pessoa/empresa/loja, onbter um grande número de visitantes com o objectivo de conseguir o retorno do investimento (ROI), de preferência num curto espaço de tempo, e que o site venha a proporcionar algum lucro no futuro.

Está provado que sem grandes investimentos não pode haver grandes retornos …

São os clientes que investem nos grandes projectos, que obtêm os maiores lucros, e mais rapidamente. Os que optam por projectos mais baratos, demoram muito mais tempo a rever o dinheiro que investiram. É claro que mais tarde ou mais cedo, acabam por recuperar o investimento, mas este dificilmente se transforma em lucro. Este tipo de cliente, acaba por perceber mais tarde, que afinal o investimento na internet é um investimento com resultados garantidos e quanto mais investir, mais retorno terá. Pena que quando começa, já vai atrasado, e quanto mais tarde o faz, mais tarde o recupera …

Design (Webdesign)

Pode contratar os serviços de um webdesigner e pagar um determinado valor pela criação do template  (layout), ou pelo aspecto geral do site (cores, tipo de letra, imagens, videos, etc). No entanto, isso não quer dizer que a produção/inclusão de todo o seu conteúdo, seja da responsabilidade do webdesigner. Tudo depende do tipo de serviço que contratar e da quantidade de horas despendidas no projecto.

Pode pagar milhares de euros por um template original, como pode comprar você mesmo um theme por vinte dolares e customizá-lo à sua pessoa/empresa. Tudo depende se consegue utilizar esse template/theme e “montá-lo” no dominio / hospedagem que acabou de comprar, ou se tem alguém capaz de o fazer por si. O mais certo é ter de pagar a alguém para o fazer, ou do webdesigner (que não é webmaster), cobrar mais alguma coisa pelo serviço, considerando-o como um extra.

Por outro lado, há quem faça os dois serviços (webdesign + webmaster) e que inclua tudo no mesmo preço.

Se for um site até 10 páginas, e a produção de conteúdo se não for muito elaborada, pode estar tudo incluído no preço da criação do site. Mas se for um site com mais de 10, 50 ou mesmo 100 páginas, o mais certo é ter de pagar mais alguma coisa pela quantidade de páginas extra (mais de 10).

Tudo somado, pode dar um valor maior do que estava a contar …

DICA:

Quando aborda os serviços dum webdesigner profissional, verifique se a produção de conteúdo está incluída no preço final, ou seja, se está definido quem vai ter o trabalho de publicar todo o conteúdo e a quantidade do mesmo, bem como se vai haver alguma divulgação/promoção do site nos motores de busca e redes sociais.

Número de Páginas / Produção de Conteúdo

É aqui que se encontra as maiores diferenças nos preços praticados pelos profissionais deste ramo. Uns cobram um valor até 5 páginas, outros até 10 ou mais de 10. No meu caso, ou no caso dos clientes que me têm abordado, pode ir até ás 100 páginas ou mesmo ultrapassar esse valor. Por um número de páginas assim tão elevado, nunca posso cobrar o mesmo que cobro por 10, e no caso de ter se ser eu a produzir todo o conteúdo, o preço pode aumentar. E apenas me refiro à criação do site e do seu conteúdo. Podem estar, como podem não estar incluídos serviços de SEO, Adwords ou outros …Tudo depende do que é definido com o cliente.

Gestão do Site

A gestão do site, é o trabalho que tem de ser feito depois do site ficar pronto.

É necessário alguém que faça esse serviço. Ou o cliente tem alguém que faça esse serviço, ou o mesmo pode ser feito pelo webmaster/webdesigner. Pode ser um serviço cobrado à parte, como pode estar incluído no preço.

Nos meus serviços (Site PRO e Site ULTRA), está incluída uma assistência técnica/gestão do site durante pelo período de um ano, ou de 365 dias.
SEO / Adwords

O que é o SEO?

S.E.O., significa; “Search Engine Optimization”, ou, em português: “optimização do site para os motores de busca”, ou, “optimização do site para o google”. São as técnicas envolvidas na “arte” de colocar o site na primeira página do google para determinadas palavras-chave ou keywords. Esse conjunto de técnicas são denominadas de SEO.

Sempre que alguém procura no google por essas palavras-chave, com por exemplo: mobiliario, carros, apartamentos, emprego, etc …, vai encontrar uma série de sites que se encontram na primeira página do Google. São os sites que estão na 1ª página que vão receber a maior parte do tráfego, que vem da pesquisa dessas palavras nos motores de busca (Google, Sapo). Determinadas palavras, têm buscas significativas, chegando a ultrapassar a barreira do milhão de pesquisas diárias.

Optimizar o seu site ao Google, vai fazer com que o site receba um fluxo contínuo de visitas no futuro e fazer com que depressa recupere o investimento. Quantas mais visitas tiver, mais depressa recupera o dinheiro que pagou pelo site e mais depressa começa a tirar lucro do site. Logo, faz todo o sentido pagar por um serviço de optimização do site, para além do design do site e da criação do seu conteúdo.

SEO

Sem um serviço de SEO, pode receber poucas visitas e sem visitas, como é que vai rentabilizar o seu investimento? Para receber visitas do google, tem de optimizar o site ao google (SEO).

SEO fornece um fluxo CONTÍNUO de visitas a custo ZERO.

Todo o tráfego vindo das técnicas de SEO, é gratuito. O único problema é que nem todo o tráfego é português, mas sim vindo de uma mistura de países. No entanto, também recebe tráfego nacional/regional e será sempre gratuito.

Para receber apenas trafego local/regional/nacional, a solução passa por usar o Adwords e programar a campanha para aparecer apenas a pessoas que residam dentro da área que pretende actuar.

Adwords

Outra forma de receber muitas visitas (a pagar), é o Adwords. Com uma boa campanha de adowrds consegue receber trafego de qualidade e em abundância. Só tem de saber aproveitar esse tráfego e transformá-lo em lucro/vendas.

Agora, não é só por os outros anunciarem em Adwords, que você vai anunciar também …

O Adwords é essencial para trazer o trafego ao seu site e fazer com que receba apenas o tráfego que lhe interessa. Mas tem de saber/ver quais as palavras que se transformaram em vendas e quais as que só lhe deram despesa. Deve recorrer a um profissional de Adwords que lhe possa gerir a campanha eficazmente e fazer com que POUPE dinheiro em palavras desnecessárias.

Para além de gastar dinheiro em Adwords, deve rentabilizar o dinheiro que gasta no programa, ou deve fazer com que o dinheiro que gastou lhe dê mais retorno. Como?

Deixe de pagar uma e outra vez a mesma visita ao Google, pois caso contrário, quem ganha dinheiro com tudo isto, é o GOOGLE e não você! Invista num sistema de captação de emails, como a Aweber, e transforme os vinte centimos que gasta por visita, num endereço de email. Assim vai evitar que a visita retorne ao site, via Adwords. Vai contactá-la por email!!

Adira à Aweber, e configure o programa para captar emails.
Quando chegar no fim do ano, já tem uma lista de emails consideravel.

Provavelmente já não vai necessitar de gastar tanto dinheiro em Adwords, pois tem a sua fonte de trafego particular – a sua lista de emails. Também pode continuar a investir em Adwords (deve), para aumentar a sua lista, mas vai necessitando de gastar cada vez menos em Adwords para atingir os mesmo objectivos que no ano anterior.

Com este modelo de negócio, a sua empresa vai crescer significativamente com o passar do tempo, cresce com estabilidade e com um futuro cada vez mais risonho e promissor … Faça como muitos outros portugueses que alcançaram o sucesso com os produtos da Google e da Aweber.

Email Marketing

Se usa Adwords, deve usar um programa de email marketing que lhe permita captar/gerir os emails das visitas que recebe. Se vai pagar ao Google 20 centimos por uma visita, convem ficar (ou tentar ficar) com o email dessa visita. Ao captar o email da visita fica com uma via de comunicação aberta para sempre com o cliente. Assim os 20 cêntimos são bem “gastos”, pois não só recebeu a visita dessa pessoa como ainda a pode contactar mais tarde. Pode contactá-lo sempre que o queira fazer (por email) e gratuitamente, independentemente da quantidade de emails que enviar.

Para além disso, o email é a melhor ferramenta que você pode usar para fidelizar o seu cliente.

Se é anunciante Adwords e não usa Aweber (ou outro), saiba que anda a perder dinheiro, ou não anda a rentabilizar o dinheiro que anda a gastar no Adwords. Se quiser saber mais pormenores sobre esta questão, entre em contacto …

Não é só fazer um site e ponto final.

Para ter sucesso na internet, há que saber usar todas as ferramentas existentes, como o Google e os seus produtos, ou os programas de email marketing como a Aweber. Para ter sucesso tem de gastar um pouco mais do que 250 euros … Caso contrário, vai demorar muito mais tempo a recuperar o montante investido.

Template
+ Conteúdo
+ SEO
+ Adwords
+ Email Marketing

Esta é a solução perfeita para recuperar o investimento inicial em pouco tempo, e a que é usada pelas grandes empresas (Bancos e Seguradoras).

Desta forma não só recebe umas centenas/milhares de visitas por dia vindas do google (gratis) e de todo o SEO, ou do Adwords (a pagar), como vai acumulando a sua base de dados de emails. Com o passar do tempo, vai se tornando na sua principal fonte de trafego/receita. Para além disso, este método é um método já testado e mais que comprovado, para transformar o seu site numa máquina de fazer dinheiro.